Goianésia, GO
Bom dia - sexta, 24 de janeiro de 2020
 
 
Assessor da Câmara de Vereadores de Goiânia é preso suspeito de usar documento falso
G1 - 12/12/2019
 Um assessor da presidência da Câmara de Vereadores de Goiânia foi preso na quarta-feira (11) suspeito de usar documento falso. Ele foi detido ao ser abordado pela Polícia Militar em um patrulhamento de rotina. O servidor, que era comissionado, foi exonerado.

Henrique Kaluzny de Oliveira, de 32 anos, tomou posse há uma semana e receberia o salário de R$ 3,8 mil. Ele usou o documento falso para começar a trabalhar. Ao ser abordado pela polícia, apresentou um documento com sobrenome diferente.

Durante a fiscalização no veículo, os policiais acabaram outro documento de identidade, mas com o nome verdadeiro dele. Ao chegarem o sistema, viram que ele já tinha um mandado de prisão em aberto por roubo. Os militares foram até a casa do suspeito e encontraram munições.
O G1 não conseguiu localizar a defesa do suspeito até a última atualização dessa reportagem.
Henrique é suspeito de fazer parte de uma organização criminosa especializada em assaltos a bancos no Maranhão, Piauí e Goiás. Ele já foi preso em 2017 no Maranhão com armas. Agora, ele vai responder pelo criem de uso de documento falso e posse de munição.
“Ele disse que fez esse documento há muito tempo, não se lembra quem fez nem quanto pagou, mas fez porque é ex-presidiário e queria zera a vida. E com o nome verdadeiro seria difícil, então decidiu usar outro nome”, explicou o delegado Wladimir Freire.

A Câmara de Vereadores disse que, além de já ter demitido o servidor, está à disposição para colaborar com as investigações sobre o caso.




Espalhe:

http://itaja105.com.br/n/19834




Leia também...

23/01/2020 Professor de direito do Consumidor dá dicas de como economizar durante as compras de material escolar
26/12/2019 Bancos funcionam nesta quinta (26) e fecham nos dias 31 e 1º
26/12/2019 Procon Goiás alerta para troca de presentes
17/12/2019 INSS: veja calendário de pagamento de aposentadorias e pensões de 2020
17/12/2019 Bolsonaro culpa ‘monopólio’ e ICMS por preço de combustível
17/12/2019 Deputado pede vistas, e aprovação do relatório da CPI da Enel fica para outro dia
16/12/2019 Governo quer leiloar 44 ativos de infraestrutura em 2020, diz ministro
16/12/2019 Receita deposita nesta segunda-feira a restituição do 7º lote do IRPF