Goianésia, GO
Boa tarde - quinta, 21 de novembro de 2019
 
 
Justiça proíbe Saneago de cobrar por hidrômetro e empresa terá de restituir usuários
mais goias - 02/03/2019
 A Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago) será proibida de cobrar a instalação, manutenção, conservação e compra de hidrômetros no estado. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira (1) pelo Ministério Público do Estado de Goiás, em uma ação aprovada pelo juiz Ricardo Teixeira Lemos.

Além disso, a Saneago será obrigada a restituir os valores cobrados indevidamente pela instalação dos medidores, seja na fatura ou adquiridos no mercado, desde 2004, até a data da publicação da sentença.

O juiz condenou a empresa ao pagamento de danos morais coletivos no valor de R$ 5 milhões, a ser revertido ao Fundo Estadual de Defesa do Consumidor. A Saneago deverá custear também a divulgação em meios de comunicação sobre o teor do caso.

Em 2004, uma liminar suspendeu a cobrança de taxas pelos serviços de instalação e manutenção de hidrômetros, mas foi cassada pelo TJ-GO. Agora em julgamento de mérito, o juiz confirmou a liminar, com multa diária de R$ 1 mil em relação a cada cobrança indevida.

 




Espalhe:

http://itaja105.com.br/n/19623




Leia também...

18/11/2019 Chega a 643 número de localidades afetadas por óleo no NE e no ES
18/11/2019 Aumento de 358% de flagrantes de embriaguez ao volante
18/11/2019 Rio Verde assina projeto com Israel para transferência de tecnologia, agricultura, segurança e inteligência artificial
18/11/2019 Workshop sobre inovação e proteção de dados acontece em Goiânia
08/11/2019 Receita abre consulta ao sexto lote do Imposto de Renda
08/11/2019 Cerca de seis mil empregos podem ser gerados com expansão de indústria de refrigerantes em Aparecida
08/11/2019 Brasil garante mais um ouro e prata no Atletismo Paralímpico de Dubai
08/11/2019 Em Goiás, Rede Itego abre matrículas para mais de três mil vagas em cursos gratuitos de capacitação