Goianésia, GO
Boa tarde - sábado, 16 de fevereiro de 2019
 
 
Jovem morre após ser esmagado por empilhadeira em loja de Jataí, GO
GLOBO - 05/12/2018
 Um operador de empilhadeira, de 27 anos, morreu na terça-feira (4) após perder o controle da máquina, que tombou sobre ele, em Jataí, no sudoeste de Goiás. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o acidente aconteceu quando ele passava de uma área de terra para uma asfaltada em uma loja de material de contruções. A empresa informou que está prestando todo apoio à família.

No momento do acidente, Francisco Alex da Conceição manobrava a empilhadeira, que estava sem carga. “Durante esse deslocamento, como esse equipamento é mais rústico, não tem um sistema de suspensão igual um automóvel, ele perdeu o controle quando foi fazer essa transição de um terreno acidentado para outro pavimentado”, disse o soldado dos bombeiros, Dener Elias de Menezes.

Segundo as investigações, o jovem ainda tentou sair da empilhadeira, mas o veículo, que pesa cerca de três toneladas, caiu sobre ele. Francisco morreu no local. “Ele teve fraturas no tórax bem graves”, disse o soldado.

Em nota à TV Anhanguera, a empresa informou que o trabalhador tinha a habilitação para operar a empilhadeira e que está prestando todo apoio à família. Além disso, disse que colabora com as investigações da polícia.

A empilhadeira foi recolhida pela corporação para analisar as causas do acidente.




Espalhe:

http://itaja105.com.br/n/19483




Leia também...

14/02/2019 STF retoma nesta quinta-feira julgamento sobre criminalização da homofobia
14/02/2019 Termina hoje prazo de inscrição para o Fies
14/02/2019 Investigações sobre caso Marielle completam 11 meses sem conclusão
14/02/2019 Bolsonaro diz que hoje “bate o martelo” sobre reforma da Previdência
13/02/2019 TF começa a julgar nesta quarta-feira ações que pedem criminalização da homofobia; entenda
12/02/2019 Corpo de Boechat deve ser cremado em cerimônia reservada à família
12/02/2019 Petrobras elevará em 1% preço médio da gasolina na terça-feira
12/02/2019 Em Goiás, 42 armas de fogo são apreendidas em 72 horas