Goianésia, GO
Boa tarde - sábado, 16 de fevereiro de 2019
 
 
Homem é suspeito de espancar filho de 4 anos e agredir mulher durante briga por ciúmes, em Anápolis
GLOBO - 04/12/2018
 Um homem, de idade não divulgada, é suspeito de espancar o filho de 4 anos e agredir a mulher, mãe da criança, durante uma briga por ciúmes, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. De acordo com a Polícia Civil, após as agressões o pai tentou se matar, mas foi socorrido e hospitalizado. O menino sofreu traumatismo craniano e precisou ser transferido para uma unidade de saúde da capital.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Anápolis, a criança foi transferida em estado grave para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia.

Em nota ao G1, a assessoria de imprensa do Hugol informou, às 9h35 desta terça-feira, que a criança está internada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital. Segundo o último boletim, o menino respira com ajuda de aparelhos.

O caso ocorreu na tarde de segunda-feira (4), na Vila Jussara, em Anápolis. Conforme apurou a TV Anhanguera, a criança foi jogada por três vezes no chão. Após o fato, conforme a corporação, o homem tentou tirar a própria vida. Ele foi encontrado em um quarto, nos fundos da casa, com os pulsos cortados e com uma facada no peito.

Ele foi socorrido por policiais militares, que o encaminharam para o Hospital de Urgências de Anápolis (Huana). O homem está internado na enfermaria do hospital, sem correr riscos, com estado de saúde estável.

De acordo com o conselheiro tutelar Lucas Soares Rodrigues, o órgão está pedindo o afastamento do pai do convívio com a criança.

“Uma vez que ele é o agressor, vão ser tomadas as medidas judiciais cabíveis, e a gente vai pedir o afastamento desse genitor desta criança”, disse.

A delegada Kenia Segantini, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) disse ao G1 que aguarda o inquérito, que está na Central de Flagrantes de Anápolis.

 

Socorro à criança

 

De acordo com a diretora clínica do hospital, Ana Caroline Vicentini, o menino deu entrada no hospital tendo crises de convulsão.

Por conta do estado gravíssimo de saúde, foi transferido às pressas para Goiânia.

 




Espalhe:

http://itaja105.com.br/n/19477




Leia também...

14/02/2019 STF retoma nesta quinta-feira julgamento sobre criminalização da homofobia
14/02/2019 Termina hoje prazo de inscrição para o Fies
14/02/2019 Investigações sobre caso Marielle completam 11 meses sem conclusão
14/02/2019 Bolsonaro diz que hoje “bate o martelo” sobre reforma da Previdência
13/02/2019 TF começa a julgar nesta quarta-feira ações que pedem criminalização da homofobia; entenda
12/02/2019 Corpo de Boechat deve ser cremado em cerimônia reservada à família
12/02/2019 Petrobras elevará em 1% preço médio da gasolina na terça-feira
12/02/2019 Em Goiás, 42 armas de fogo são apreendidas em 72 horas